Translate

sábado, 7 de julho de 2012

Prática 3 - Como se classifica um ser vivo?

Objetivo
Compreender a existência de toda uma sistemática na classificação dos seres vivos.

Introdução
Para sabermos um pouco mais sobre os primeiros a classificarem os seres vivos, vamos voltar no tempo, ao século IV a.C. (entre os anos 400 e 300 a.C.) e visitar a Grécia Antiga. Naquele tempo, viveu um filósofo grego de nome Aristóteles (384-322 a.C.), que estudou e classificou diversos grupos de animais e vegetais. Possuidor de uma grande capacidade de observação e de uma rica imaginação, ele criou um modelo para poder explicar como formas de vida tão diferentes teriam aparecido. Para o filósofo, todos os seres vivos estão estrutural e funcionalmente adaptados a seus hábitos e ao meio em que vivem. Ele acreditava que havia algo em comum que ligava seres tão diversos. Aristóteles formulou a seguinte ideia: “Há uma escada natural ligando a matéria inanimada à matéria viva, passando pelos seres vivos inferiores, pelos vegetais e animais superiores e chegando finalmente, ao homem”. As observações e conclusões da Aristóteles, apesar de sua grande elaboração, não tiveram continuidade após sua morte, pois as ideias dos gregos começaram a perder sua força com a ascensão do Império Romano.

Material

01 moeda

01 palito de fósforo

01 tampinha

01 lápis

01 prego

01 clipe

01 borracha

Procedimento:
1)      Coloque os objetos a serem classificados em cima da mesa, de modo que fiquem bem visíveis;
2)      Leia com atenção as instruções que estão na chave de classificação, identificando o objeto descrito ou se dirigindo ao item seguinte (indicado);
3)      Anote numa folha a identificação de cada objeto: (exemplo: objeto A = prego, objeto B = lápis, etc.)
4)      Após terminar  a atividade de classificação, faça uma chave de classificação com os seguintes materiais: prego, borracha, clipe e moeda.

Chave de Classificação – Tipo Dicotômica

1a
O objeto é feito de metal ..................
Siga para 2a
1b
O objeto não é feito de metal ...........
Siga para 3b



2a
O objeto tem uma forma circular ....
Siga para 3a
2b
O objeto tem forma arredondada .....
Siga para 4b



3a
A forma do objeto é bem achatada ...
Siga para 4a
3b
A forma do objeto é alongada ..........
Siga para 5a



4a
O objeto tem cara e coroa - Objeto A
Volte em 1b
4b
O objeto tem forma côncavo-convexa
Siga para 6a



5a
O objeto é para escrever – Objeto B 
Volte em 2b
5b
O objeto é curto, de forma alongada
Siga para 6b



6a
O objeto tampa garrafas – Objeto C 
Volte em 5b
6b
O objeto tem pólvora – Objeto D 




Discussão
a) Para que serve uma chave de classificação?
Padrão de Resposta (PR) - Para relacionar e agrupar os seres vivos de acordo com suas características anatômicas, fisiológicas e comportamentais.

b) Até que nível uma chave de classificação pode chegar?
PR - Os níveis hierárquicos são em ordem decrescente: Reino, Filo, Classe, Família, Gênero e Espécie. O ideal é chegar ao nível de espécie, mas se tratando do gênero em alguns casos é satisfatório.

c) Quem foi o primeiro a pensar num sistema de classificação dos seres vivos?
PR - Os primeiros registros descritivos datam da grécia antiga, mas estima-se que as pinturas rupestres em cavernas e rochas já demonstram um certo critério na representação de grupos animais.

d) Quem foi Lineu?
PR - Carolus Linnaeus, em português Carlos Lineu e em sueco Carl von Linné foi um botânico, zoólogo e médico sueco, criador da nomenclatura binomial e da classificação científica, sendo assim considerado o "pai da taxonomia moderna".

Um comentário:

  1. Adorei...kkk..Dá até saudade de ensinar aos pimpolhos de ensino fundamental e médio...

    ResponderExcluir